Pesquisar

Carregando...

segunda-feira, 31 de março de 2014

O LÁPIS-LAZÚLI

É a pedra (rocha) oficial do anel de formatura dos psicólogos, assim considerada a partir de 31 de março de 2006, pela Resolução nº 002/2006 do Conselho Federal de Psicologia brasileiro.


 

O Lápis-Lazúli (Silicato de alumínio e sódio com enxofre) é uma rocha cujo nome deriva do latim e árabe que significa “pedra azul”, em sua composição química encontramos os minérios:
  • lazurita (25% 40%);
  • silicato do grupo dos feldspatoides de fórmula química (Na,Ca)8(AlSiO4)6(S,SO4,Cl)1-2);
  • calcita (branca);
  • sodalita (azul); 
  • pirita (amarelo metálico);

É possível também conter: augita, diópsido, enstatita, mica, hauyinita, hornblenda, noseana e ainda podendo haver quantidades mínimas de loellingita. 

Encontrado geralmente em mármores cristalinos (metamorfismo de contato), o lápis-lazúli em sua melhor cor é o azul intenso, com pequenos grãos de pirita dourada. 

ATENÇÃO NA HORA ESCOLHER SEU LÁPIS-LAZÚLI: pois, para ser valioso, não deve haver nenhum veio (risco ou estria) de calcita (minério geralmente de cor branca, podendo ser ainda na cor verde ou alaranjado) e as inclusões da pirita (minério dourado, muitas vezes confundido com ouro) devem ser pequenas. Observe as figuras, a primeira é uma Lápis-Lazúli de baixa qualidade e a segunda é uma Lápis-Lazúli de altíssima qualidade:

No entanto, os grãos de pirita são importantes para identificar a pedra como genuína e não diminuem o seu valor, ou seja, o que diminui mesmo o seu valor é a calcita.

Calcita
Pirita

CUIDADO: é muito comum o Lápis-Lazúli, de qualidade inferior, ser tingido para melhorar sua cor, estes ficam na maioria das vezes muito escuros, com um tom de azul-acinzentado, portanto não se deixem enganar.

A rocha pode ser encontrada no Afeganistão (Badakshan, Shortugai, sendo que estas minas são as mais antigas do mundo, podendo ter fornecido aos Faraós e Sumérios); são também encontrados nos Andes perto de Ovalle, no Chile, onde são geralmente mais pálidos que o azul-escuro, na Bahia (Brasil) e em outras fontes menos importantes.

O Lápis-Lazúli pode ser usado em joias, caixas, mosaicos, vasos, ornamentos. Tendo sido muito usado na arquitetura de palácios e igrejas, e como método de pintura oriental, até mesmo como tinta-a-óleo no Renascimento. Já foi chamado de safira e, para os Romanos, era um afrodisíaco.

O Olho de Horus
NA HISTÓRIA EGÍPCIA 


Máscara de Tutancâmon
 
Pó de Lápis-Lazúli




O Lápis-lazúli, no Egito antigo, era usado em amuletos e ornamentos (assim como os também pelos assírios e pelos babilônicos), escavações egípcias que datam de 3000 a.C. continham milhares de artigos como joias e objetos feitos da rocha. O pó do Lápis Azul era usado pelas egípcias como uma sombra cosmética para o olho. Na forma de um olho ajustado no ouro (O olho de Hórus), foi considerado um amuleto de grande poder.


Bracelete: Escaravelho de Lápis-Lazúli
PARA IDENTIFICAR O LÁPIS-LAZÚLI
  • Cor: azul, mesclado com branco da calcita (quanto menor quantidade melhor a qualidade) e grãos dourados da pirita (que serve identificar a rocha)
  • Forma: compacto, maciço
  • Densidade: 2.7 a 3.0 gramas por centímetro cúbico
  • Dureza: 5 - 5.5
  • Brilho: baço
  • Fratura: desigual
  • Sistema cristalino: não há, lápis é uma rocha. Lazurite, o principal constituinte, frequentemente ocorre como um dodecaedro. Não existe Lápis-Lazúli transparente, como cristal, por exemplo.
  • Clivagem: não tem
  • Transparência: opaca
  • Índice de refração: 1.5
Exemplo de onde comprar joias de Lápis-Lazúli?
No site do Medalhão Persa:
http://www.medalhaopersa.com.br/Busca?busca=L%C3%A1pis-Laz%C3%BAli

OUTRAS CURIOSIDADES
  • O lápis-lazúli é a pedra nacional do Chile.
  • É a pedra usada nos anéis de Stefan e Damon Salvatore, os irmãos vampiros da série de livros de terror e romance The Vampire Diaries da autora estadunidense Lisa Jane Smith e da série de televisão do canal norte-americano The CW de mesmo nome. Na história, os anéis protegem os irmãos de serem mortos pelos raios solares.
  • No jogo Minecraft, aparece como minério, o qual pode ser utilizado tanto como objeto de decoração quanto como uma tintura.
  • No livro Inferno, de Dan Brown, a personagem Dra. Elizabeth Sinskey usa um pingente com o símbolo do bastão de Asclépio feito com lápis-lazúli.
  • A base do troféu da Copa das Confederações FIFA é parcialmente feita do material.
  • Ela esta presente no game Castlevania: Symphony of the Night (1997 - PSX), como item secreto, que aumenta a sorte do Alucard.

REFERÊNCIA

 
 
 

sábado, 3 de novembro de 2012

O Anel de Claddagh




Há mais ou menos 400 anos, numa vila pesqueira irlandesa chamada Claddagh, perto da cidade de Galway, viveu um mestre joalheiro chamado Richard Joyce, cujo design de um anel composto por duas mãos segurando um coração coroado acabou por tornar-se parte da tradição irlandesa até hoje. 

O anel Claddagh pertence a um grupo maior de anéis chamados Fede, cujo design era o de duas mãos se tocando, simbolizando fé, comprometimento e verdade, e que remontam aos antigos romanos. Este tipo de anel foi muito popular durante a Idade Média na Europa. A diferença do Claddagh para os Fede é justamente o coração coroado. 

Os mais antigos exemplares de anéis Claddagh possuem um selo com as letras RI, marca do ourives Richard Joyce (meados do séc. XVII (circa)-1737). O interesse por esse design em particular (mãos segurando um anel coroado) começou a se intensificar após a morte de Joyce, e os anéis eram feitos inicialmente a partir de um molde feito em osso de um molusco (cuttlefish) encontrado naquela região, utilizando a técnica da cera perdida. 

Existem duas lendas antigas sobre o Claddagh. A primeira diz que uma irlandesa de nome Margaret Joyce casou-se com um rico comerciante espanhol de nome Domingo de Roma. Depois do casamento, foram morar na Espanha, onde Domingo faleceu, deixando à Margaret uma imensa fortuna. Ela então retornou a Galway, onde se casou novamente com o prefeito da cidade e era reconhecida pelas obras de caridade. Um dia, uma águia derrubou no seu colo um anel Claddagh, que ela usou até morrer. A segunda lenda conta Richard Joyce de Galway emigraram para as Índias Ocidentais para trabalhar na esperança de se casar com sua amada voltar. No entanto, o navio foi capturado durante a viagem e Joyce, foi vendido como escravo a um ourives muçulmano da Argélia, onde aprendeu o ofício. 

Quando o rei William III ascendeu ao trono, pediu a muçulmanos a libertar todos os prisioneiros britânicos. Como resultado, Richard Joyce foi libertado após 14 anos de cativeiro. O joalheiro tinha ganhado tanto respeito por Richard ofereceu-lhe metade da sua fortuna e sua filha em casamento, se ela ficou com ele, mas pediu demissão e voltou para casa para se casar com sua amada. 

Durante esse tempo não esquecer sua namorada, e desenhou um anel para simbolizar o seu amor por ela. O Claddagh é caracterizado pelo simbolismo que isso implica: Duas mãos em torno de um coração, completos com uma coroa é a expressão do verdadeiro amor ou amizade eterna. O coração simboliza o amor, a amizade e mãos a coroa de lealdade e fidelidade. Também digno de nota é o tema do mesmo: reine o amor e a amizade (reinado Deixe que o amor e amizade). 

Claddagh é mais famosa internacionalmente devido ao Anel de Claddagh, que é popular entre os irlandeses tanto como símbolo de uma amizade e como aliança de noivado. Este anel consiste em duas mãos segurando um coração coroado, e simboliza o amor, a amizade e a lealdade. O anel é entregue como um símbolo de amizade ou como anel de noivado. 

O anel deve ser ganho, jamais comprado para si. Como usar: 


Sozinho (a): mão direita ponta do coração sentido ponta dos dedos; 

Namoro: mão direita ponta do coração sentido do pulso; 

Noivado: mão esquerda ponta do coração sentido ponta dos dedos; 

Casado (a): mão esquerda ponta do coração sentido do pulso. 

Significados: 


· Pegue o anel na mão direita com o coração voltado para fora e todo mundo vai saber que ninguém ainda conquistou seu coração. A pessoa não mantém qualquer relação. 

· Pegue o anel na mão direita com o coração voltado para você e dizer-lhes que o seu coração está ocupado. A pessoa que está interessada em alguém ou "alguém conquistou seu coração.". 

· Usar o anel na mão esquerda apontando para fora: a pessoa está envolvida. 

· Pegue o anel na mão esquerda, o seu coração olhando para você, e dizer-lhes tudo o que duas pessoas se amam para sempre. A pessoa é casada. 

· O anel de Claddagh é uma das tradições mais romântica e duradoura da ilha da Irlanda. 

· Diz-se que o rapaz que dá o anel para a moça por quem está interessado, não importa o tempo que levar, esta moça vai saber que estarão juntos apesar da distancia, é uma maneira de dizer, eu amo você, eu sinto algo por você, eu gosto de você, eu estou apaixonado... Mas ela deve aceitar o anel significando que sente o mesmo e que vai esperar. 

O poema escrito por Claddagh A. Agnew diz: 


“Meus pensamentos estão tão felizes como a manhã. Meu coração é tão leve quanto o orvalho. Com este anel, lembro-me de sua paixão e só posso pensar em você. Seu dom dessas horas brilhantes e felizes. Fique comigo todas as noites e todos os dias. Com as mãos ainda está vinculado. Mais do que palavras podem dizer. Juntos estamos no arco-íris que brilha com as cores do amor. Sempre juntos. Unidos pelo vínculo do nosso amor.”.


Curiosidades:

1. O Claddagh foi visto pela primeira vez no Seriado Americano Buffy a Caçadora de Vampiros (como foi conhecido no Brasil- 1997/2004), onde o vampiro "do bem", Angel, entrega a caçadora, Buffy (na segunda temporada da série), um anel símbolo de seu amor, como este: 

2.

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

CLORETO DE MAGNÉSIO?

Vocês Sabiam?

Tanto o magnésio quanto o cloro tem grande importância na manutenção da saúde e vitalidade. O cloro é necessário para a produção de grandes quantidades diárias de suco gástrico, usado para digerir os alimentos que ingerimos, e ativa enzimas responsáveis pela pré-digestão dos amidos. O magnésio, além de tudo o que foi dito acima, também age no rejuvenescimento ao prevenir a calcificação dos nossos vasos, órgãos e tecidos, um processo característico da degeneração corporal ligada ao envelhecimento. 
Se optarmos por outros sais de magnésio, o corpo vai despender energia extra para convertê-los em cloreto de magnésio. Para absorver o óxido ou carbonato de magnésio o corpo vai precisar produzir uma quantidade extra de ácido clorídrico. Em indivíduos idosos, especialmente com doenças crônicas ou em uso de medicamentos que controlam a acidez estomacal, a produção de ácido clorídrico é insuficiente, o que dificulta a absorção destes outros sais de magnésio. Neste caso os íons de cloro são absolutamente necessários para permitir a assimilação do magnésio. 

Mais Benefícios 

Além disso, o cloreto de magnésio tem uma ação no combate de infecções, tanto via oral como tópica. Em 1915, um cirurgião francês, Pierre Delbet, descobriu que a aplicação de uma solução de cloreto de magnésio em feridas externas tinha um efeito estimulante na atividade leucocitária e na fagocitose, o que acelerava a cicatrização e prevenia a infecção do ferimento. Seu interesse foi tão grande que ele começou a pesquisar e descobriu sua ação imunoestimulante e tonificante geral quando tomado por via oral. Muitos outros pesquisadores, anos depois, chegaram às mesmas conclusões. 

Concluindo 

O tratamento com cloreto de magnésio visa a suprir deficiências nutricionais sistêmicas, a melhorar o funcionamento de nossas células e do sistema imunológico, além de proteger as células do dano oxidativo. 

Os “milagres científicos” da Medicina 

Apesar de toda a fortuna investida pelos grandes laboratórios na busca de medicamentos fabulosos e mirabolantes, no século 21 a humanidade continua sendo vitimada por doenças crônicas e degenerativas cuja incidência aumenta cada vez mais. Diabetes, doença cardíaca, câncer, obesidade, doenças neurológicas, depressão, osteoporose – estas pragas modernas explodem e fogem do controle de autoridades médicas, sanitárias e governamentais, e o pior é que eles estão perdidos e confusos sobre fatos básicos ligados à saúde. 

A Simplicidade do Magnésio 

Se estes pesquisadores abrissem um pouco os olhos veriam que a base da verdade científica na medicina está no magnésio, pois ele está no centro exato da vida biológica, assim como o ar e a água. Simples assim. Sem o magnésio nosso corpo colapsa, entra em pane, perde a energia, não consegue efetuar reparos aos danos sofridos. O cloreto de magnésio pode ser considerado como uma solução médica milagrosa para a humanidade. Quando os níveis celulares baixos são corrigidos é isso que parece, que um milagre ocorreu. Inúmeras queixas se vão sem nenhum dos remédios modernos, que intoxicam e não cumprem o papel de curar. 

Coração e Magnésio 

Durante e logo após um enfarte acontecem alguns eventos, a saber:
- aumento do dano ao coração devido à concentração de íons de cálcio no músculo cardíaco,
- formação de coágulos que podem bloquear os vasos coronários,
- redução do fluxo de sangue porque os vasos sanguíneos entram em espasmo, ocorrido no músculo cardíaco, produzindo contrações defeituosas. 

Ação do Magnésio 

- dilata os vasos sanguíneos,
- neutraliza a ação do cálcio, prevenindo o vaso espasmo,
- ajuda a dissolver os coágulos,
- reduz dramaticamente o tamanho do dano cardíaco e previne a arritmia,
- age como um antioxidante contra a ação dos radicais livres no local afetado pelo enfarte. 

Atenção: quando se usa medicamentos para o coração, principalmente diuréticos para reduzir a pressão arterial, ocorre uma depleção de magnésio, que é eliminado junto com o potássio. O magnésio é essencial para estabilizar a atividade do músculo cardíaco. 

Insulina e Magnésio 

O magnésio é necessário para a produção de insulina pelo pâncreas, e também ajuda na sua função de metabolizar a glicose sanguínea. Há uma interação entre o mineral e o hormônio – é a insulina que transporta o magnésio para o interior das células. 
Em um estudo feito no Gonda Diabetes Center, na Califórnia, 16 voluntários saudáveis foram colocados numa dieta deficiente em magnésio, e a sua insulina tornou-se menos eficiente em mover a glicose do sangue para as células, onde ela é utilizada como fonte de energia ou armazenada para uso futuro. Por outro lado, quando ocorre a resistência insulínica, primeiro passo no caminho do diabetes tipo 2, ou quando nosso corpo já não produz insulina suficiente, nós não conseguimos estocar o magnésio dentro das células, que é onde ele deve estar, e os rins simplesmente excretam o magnésio circulante no sangue. 
Esta relação íntima entre magnésio e insulina determina o status de nossa saúde. Magnésio e insulina precisam um do outro, e nós precisamos dos dois. Níveis baixos de magnésio intracelular e no sangue estão associados com a resistência insulínica, com intolerância à glicose, e com a redução da secreção de insulina pelo pâncreas. 

Diabetes, Doença Cardíaca e Magnésio 

O magnésio intracelular ajuda a relaxar os músculos, e se nós não conseguimos estocar magnésio, ele vai ser eliminado via urina, o que vai fazer com que os vasos sanguíneos fiquem contraídos, aumentando a pressão arterial e reduzindo o nosso nível de energia. Assim podemos perceber claramente a intima relação entre o diabetes e a doença cardiovascular. 

Ansiedade, Depressão, Estresse e Magnésio 

É cada vez mais comum e mais banalizado o uso de drogas psiquiátricas contra a depressão, ansiedade, estresse e outros sintomas mentais, como o pânico, a compulsão alimentar, as dependências de álcool e tabaco, e fobias diversas. Drogas pesadas com inúmeros efeitos colaterais, causadoras de dependência e que não curam o problema. Estes sintomas podem estar ligados a uma deficiência de magnésio. 
As pessoas não apresentam depressão ou ansiedade porque o corpo tem deficiência de Valium ou Prozac, ou outros medicamentos do mesmo tipo. Estas drogas não são usadas pelo nosso corpo nos importantes processos metabólicos, ao contrário do magnésio, cuja deficiência pode levar ao aparecimento de sintomas na esfera psicológica. 
O magnésio relaxa o sistema nervoso por diversos mecanismos. Além de agir na musculatura contraída, ele também é bloqueador natural de um receptor cerebral chamado NMDA. Este receptor é estimulado pelo cálcio levando a uma hiperexcitação do cérebro, com irritabilidade, ansiedade, depressão e stress. O magnésio age como antagonista, impedindo esta hiperexcitação, ajudando a acalmar o sistema nervoso. 

Osteoporose e Magnésio 

Existem aproximadamente 18 nutrientes essenciais para ossos fortes e saudáveis, incluindo o magnésio. É um grande erro suplementar somente o cálcio quando se quer tratar ou prevenir a redução da densidade óssea. 
O cálcio domina soberano o tratamento da osteoporose, e os médicos receitam este mineral sem ter a mínima idéia das consequências bioquímicas do desequilíbrio que estão ajudando a causar. Se houver deficiência de magnésio, este cálcio, em vez de se fixar no osso, vai se depositar em tecidos moles como as juntas, causando artrite, ou nos rins, contribuindo para a formação de cálculos renais, ou ainda nos vasos do coração, levando ao entupimento das coronárias e enfarte. 

O Magnésio tem Múltiplas Funções no Metabolismo Ósseo 

- níveis adequados de magnésio são essenciais para a absorção e utilização do cálcio.
- o magnésio estimula a produção de calcitonina, um hormônio que ajuda a preservar a estrutura óssea e retira o cálcio excedente da circulação sanguínea e dos tecidos moles, fixando-o no osso.
- também suprime a ação de outro hormônio ligado ao metabolismo ósseo, o paratormônio, reduzindo a reabsorção óssea.
- o magnésio é necessário para converter a vitamina D inativa na sua forma ativa, o que ajuda a aumentar a absorção de cálcio.
- as reações enzimáticas necessárias para formação de osso novo são magnésio dependentes. 

Equilibrando Cálcio e Magnésio 

Pesquisadores finlandeses associaram uma altíssima incidência de casos de enfarte e osteoporose no país a uma dieta em que a proporção entre cálcio e magnésio é de 4 para 1. Isto ocorre também nos Estados Unidos, onde a proporção é de 5 partes de cálcio para 1 parte de magnésio. 
A conclusão é que a nossa alimentação tem grande ênfase no cálcio sem o cuidado de equilibrar o magnésio. A preocupação com a osteoporose e a suplementação de pílulas de cálcio aumenta ainda mais este desequilíbrio entre os dois minerais. 
O correto seria manter a proporção em no máximo 2 partes de cálcio para 1 parte de magnésio. Na dieta do homem paleolítico esta proporção era de 1 para 1. Mesmo uma pequena deficiência de magnésio torna-se um grande fator de risco para o desenvolvimento da osteoporose. 
Se existe muito cálcio no corpo, especialmente proveniente da suplementação do cálcio, há uma grande redução na absorção do magnésio, o que piora ainda mais o quadro da osteoporose. Este cálcio que não se fixa no osso é chamado de cálcio patológico, e vai se depositar nos tecidos moles causando diversas doenças, já citadas acima. 

Comendo Magnésio 

Como melhorar a alimentação para obter mais magnésio? O teor de magnésio de todas as folhas verdes, nozes e sementes, grãos e leguminosas, é dependente da qualidade do solo. Seria muito importante que este solo fosse rico em magnésio, o que não ocorre de modo geral, porque os fertilizantes utilizados são à base de nitrogênio, fósforo e potássio, que fazem a planta crescer muito e parecer saudável, mas a depleção crônica de minerais essenciais no solo empobrece os nossos alimentos. E por isso vivemos num estado carencial crônico, cujas consequências são mais evidentes à medida que envelhecemos. 

Suplementando Magnésio 

Se 80% da população é deficiente em magnésio, está na hora de suplementar o magnésio. E o cloreto de magnésio é uma forma barata, segura e eficaz de se obter ou recuperar a boa saúde. Quem mais precisa deste mineral: idosos
diabéticos e pré-diabéticos
pessoas em dietas restritivas
uso crônico de bebidas alcoólicas
usuários de medicamentos para o coração
usuários de antiácidos
praticantes de atividade física intensa
hipertensos
portadores de osteoporose
portadores de doenças cardíacas
grande stress mental 

Quanto Magnésio tomar? 

O cloreto de magnésio em pó (PA) deve ser diluído em água filtrada ou mineral. Para 1 litro de água coloque 2 colheres de sopa rasas, o equivalente a 20 gramas de cloreto de magnésio. Misture até dissolver e guarde na geladeira. 
A dose básica a ser tomada é 50 ml (1 xícara pequena de café) 1 a 2 vêzes por dia. 
Para o tratamento de deficiências mais sérias esta dose pode ser aumentada para 3 a 4 vêzes por dia. Se houver qualquer reação adversa, como diarréia, náusea, sonolência, aumento/diminuição da pressão,etc. reduza as doses ou tome dia sim/dia não. Depois volte a tomar a dosagem necessária. 
Para a limpeza de feridas a proporção é de 1 colher de sopa rasa em 1 litro de água filtrada ou fervida. 

Obs.: Para o Clor. de Magnésio comprado em farmácia (pote de 33g) é só dissolvê-lo em 1 litro de água. Esta solução fica mais concentrada do que a feita com o vendido no atacado (PA) de 500g. A dose é de 4 colheres de sopa (40ml), que dá a medida de 2 dedos (na horizontal)em 1 copo. Daí para cima é só acrescentar o líquido que preferir (água, sucos, refrescos). Não precisa beber puro não! 
Se o magnésio presente no sangue estiver baixo, isto significa que a situação está crítica e há uma deficiência crônica e perigosa. Na verdade a deficiência de magnésio deve ser medida pelos sinais e sintomas que o indivíduo apresenta, e as estimativas são de que 80% da população têm carência de magnésio. 

Fonte: 
Dra. Tamara Mazaracki
Graduação em Medicina – UNIRIO
Membro da Associação Brasileira de Nutrologia - ABRAN
Título de Especialista em Nutrologia - Associação Médica Brasileira - AMB
Pós-Graduação em Terapia Ortomolecular, Nutrição Celular e Longevidade - Faculdade de Ciências da Saúde de São Paulo - FACIS-IBEHE

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Depois dos Vampiros que tal Anjos?

A série de livros FALLEN da Escritora LAUREN KATE promete. E, como todo bom livro, vai virar Filme em breve, produzido pela Disney, não deixem de conferir:

Estes são os três primeiros livro da série já publicados no Brasil


Minha Capa Favorita (essa ai é minha mão)
Lançamento previsto para Março de 2012, é um apanhado de contos da Série Fallen
O quarto Livro da Série com lançamento para 2012

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Um filme que “mexe” com as Relações Humanas bem como com a psique de qualquer pessoa:


Casa de Areia e Névoa


Em seu título original, House of Sand and Fog, teve seu lançamento em 2003, com a direção de Vadim Perelman e como atores, de destaque, Jennifer Connelly, Ben Kingsley, Ron Eldard e Frances Fisher.
Resumidamente se trata de um Drama, cujo enredo gira em torno de uma casa, dois interesses, dois lados da moeda e nenhuma culpa por nenhuma das partes. Por um lado temos Kathy (Jennifer Connelly), uma jovem mulher que, depois de ter sido abandonada por seu marido, sofre de depressão e como se não bastasse, ainda, é expulsa de sua casa injustamente, por um erro do governo, alegando que os impostos não foram pagos, mas na realidade ela era isenta deles. Inconformada, Kathy contrata uma advogada para recuperar a casa que possui um valor sentimental muito grande, já que esta fora deixada pelo seu pai, que levou 30 anos para pagá-la, para ela e seu irmãi mais velho. Entretanto, por outro lado, está o Coronel Massoud Amir Behrani (Ben Kingsley), um homem rígido e fiel aos seus princípios, e sua família, imigrantes iranianos que “compraram” a casa em um leilão; para ele se trata da oportunidade de dar conforto à mulher e ao filho e de recuperar o padrão de vida que tinham no Irã. 
No filme, Casa de Areia e Névoa, nós nos confrontamos com situações no qual nenhum de nós está a salvo, dos enganos, sentimentos, objetivos e sonhos destruídos. Os personagens e as situações retratadas neste filme poderiam acontecer com qualquer pessoa. Eles são vítimas de erros do governo, tomados por suas angústias e somente estão à procura de uma vida melhor.
Casa de Areia e Névoa inicia-se em um nível de drama simples e no decorrer ao final torna-se com seu desfecho. É impressionante a humanidade da personagem interpretada por Shohreh Aghdashloo, que, mesmo com medo da deportação, pensa sempre nos sofrimentos alheios, não é egoísta, ao contrário de seu marido, é humilde e amorosa, pois já sofreu muito tendo de fugir de seu país e viver como uma “cigana”.
A solução dos conflitos é tão trágica que no final Kathy desiste da casa, pois nada é mais importante do que a vida e ela tem diante de seus olhos uma família inteira destruída, por seus medos, suas dores e sua religião, já que Mr. Behrani interpreta a perda do filho como, tendo sido, um castigo por ter tirado a casa do “pássaro ferido” e assim, a casa, para ele também perde seu valor, e como não suportaria ver a dor de sua Mulher ao saber que perdeu o filho, ele à mata, depois, se mata com “honras militares”, porem da mesma forma como dever ter torturado e talvez matado pessoas no seu passado e em seu país, ele mesmo se castiga.
Finalizando, percebe-se que as relações humanas são bem complicadas, principalmente quando está em jogo interesses tão diferentes, mas, no então, tão próprios em sua importância que chega até mesmo segar os olhos de duas pessoas que possuem culturas tão diferentes, e, que só entendem o verdadeiro “valor” quando a tragédia os atinge e os obrigam a abrir os olhos, porém, tarde de mais. E, só para lembrar, o policial também tinha seus interesses próprio e uma vida conturbada, acabou fazendo as coisas da forma errada e indo para a cadeia, mas para ela não era novidade, pois já havia tido comportamento ilegal antes e foi banconado o justiceiro que ele, também no final, percebeu o erra que cometera.
Evelyn Würzius

sábado, 19 de novembro de 2011

The Twilight Saga: Amanhecer - parte 1

Em cartaz nos Cinemas de Todo o mundo

Ver no Rondon Plaza Shoping: http://www.rondonplazashopping.com.br/viewcinema_/166/

Imagem do Filme
Em Cartaz:18/11/2011 a 24/11/2011

Estúdio: Summit Entertainment (EUA) | Paris Filmes (Brasil)
Duração: 130 min
Classificação: 14 anos
Gênero: Aventura
Sala: 03
Elenco: Robert Pattinson, Kristen Stewart, Taylor Lautner, Dakota Fanning. Billy Burke (Charlie Swan) Jackson Rathbone (Jasper Hale) Peter Facinelli (Dr. Carlisle Cullen) Noel Fisher (Vladimir) Lee Pace (Garrett)
Direçao: Bill Condon
Sinopse: 

Bella Swan (Kristen Stewart) e Edward Cullen (Robert Pattinson) enfim se casam, em cerimônia com a presença de amigos e familiares. O casal resolve passar a lua de mel no Rio de Janeiro e, logo em seguida, Bella engravida. O que eles não esperavam era que a gravidez seria tão complicada, colocando em risco a vida do bebê e da própria mãe."

Ver Trailers: http://mtv.uol.com.br/ultimas/confira-dois-comerciais-de-tv-do-filme-amanhecer


Imagem do Filme

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Indicação de Filme para os que adoram Lobisomens e Vampiros:

A GAROTA DA CAPA VERMELHA

Sinopse:

"O corpo de uma garota é descoberto em um campo de trigo. Em sua carne mutilada, marcas de garras. O Lobo havia quebrado a paz. Quando Valerie descobre que sua irmã foi assassinada pela lendária criatura, ela acaba mergulhando de forma irreversível em um grande mistério que vem amaldiçoando sua aldeia por gerações. A revelação vem com Father Solomon: o Lobo habita entre eles — o que torna qualquer pessoa do vilarejo suspeita. Estaria Peter, sua paixão secreta desde a infância, envolvido nos ataques? Ou seria Henry, seu noivo, o Lobisomem que assola as redondezas? Ou, talvez, alguém mais próximo? Enquanto todos estão à caça da besta, Valerie recorre à Avó em busca de ajuda; ela dá à neta uma capa vermelha feita à mão e a orienta através da rede de mentiras, intrigas e decepções que vem controlando o vilarejo por muito tempo. Descobrirá Valerie o culpado por trás do lobo antes que toda a aldeia seja exterminada? A Garota da Capa Vermelha é uma nova e arrepiante versão do clássico conto. Nela, o final feliz poderá ser difícil de ser encontrado."... 

Imagem do Filme
Links sobre o filme e o livro:

Comprar Filme em:
Comprar Livro em:
Site para assistir online e download:
Site oficial do filme:
Site oficial do livro:
Indicação:
 
                                      
                                                    Imagem de divulgação do Filme - sua estreia foi em Março/ 2011

Evelyn Würzius